Xiaomi – Negócio da China!

21/07/2015 0 Por José Betânio Jr

Olá pessoal, não sei se algum de vocês conseguiu adquirir um smartphone da Xiaomi em algum dos eventos de vendas realizado no Brasil. Eu consegui, e deixo aqui o meu relato sobre a experiência, e entenda o porquê do trocadilho.

Antes de tudo, vale lembrar que não tenho noticias de que ninguém tenha obtido sucesso na compra, durante o primeiro evento de vendas da Empresa no Brasil.

O site apresentou problemas, o botão de “Participar” não funcionava, e apenas depois de decorrida uma hora do evento, é que os usuários passaram a receber uma mensagem, informando da finalização do evento.

No segundo evento, não foi muito diferente, exceto pelo fato do botão “Participar” ter funcionado direitinho. Quando cliquei sobre o botão, o meu Redmi2 foi adicionado ao carrinho, e uma mensagem informando que minha compra estaria garantida por seis hora apareceu na tela.

Para efetuar o pagamento, surge o primeiro problema: As opções de pagamento com cartão de crédito não davam a opção de escolher a quantidade de parcelas (nem mesmo sendo 1 a sua opção), ou seja, não havia nada pré-selecionado, como é de costume, em páginas de e-commerce pelo mundo a fora.

Tentei então pagar com boleto (opção que não existia no primeiro evento). Assim consegui finalizar a compra, mas ai surgiu um novo problema. Não era possível imprimir o boleto. Aparecia na tela a mensagem “BOLETO VENCIDO”.

Não havia nenhum telefone de contato, então procurei a empresa responsável pelo e-commerce da Xiaomi no Brasil, e ao ser atendido, foi surpreendido com um lindo “Alô, quem é?”, mesmo com esse incrível padrão de atendimento, consegui o contato do atendimento da Xiaomi no Brasil, e lá, descobri um novo problema: Eles não conseguiam identificar a compra pelo número do meu CPF, e o site estava enfrentando dificuldades no envio do e-mail de confirmação, logo, nem pedido, nem boleto…

Depois de quase quatro horas, meu e-mail de confirmação chegou, e pude imprimir o boleto.

Agora mais uma informação interessante. Produto no Brasil, certo? Certo, mas não parece. O frete para o estado de Pernambuco saiu a quase R$ 50,00 e a previsão de entrega está para 18/08, ou seja quase 40 dias após a compra. Agora, por favor, alguém explica ao pessoal da Xiaomi que se eu tivesse comprado o aparelho na china, com frete EMS, eu provavelmente pagaria algo em torno dos mesmos R$ 50,00 e receberia antes! Incrível!

Realmente, negócio da China!