Review Samsung A30

18/08/2019 0 Por Luiz Lisboa

O irmão mais parrudo do Samsung A20 chegou ao mercado brasileiro com tudo que tem direito, com vocês o Galaxy A30.

O aparelho – A30 – é mais um intermediário da linha A, que chega para ser diferente do que já se tem nos irmãos mais novos A10 e A20.

Também, vale lembrar que neste ano a empresa fez questão de lançar um novo portfólio de aparelhos no mercado.

O Samsung A30 é um novo smartphone, parecido com os irmãos mais novos e com algumas modificações.

Design – A30

O design do A30 é, para não dizer outras palavras, idêntico ao do A20. Entretanto, àqueles que já utilizaram celulares da grande Xiaomi podem se sentir um pouco confortáveis.

Isto porque o design do A30 lembra muito um padrão que vem sendo adotado pela chinesa desde o Redmi Note 5 e coma parte frontal bem parecida com o Note 7.

O A30 pode ser encontrado em versões azul e branco somente, o que pode não agradar tanto a todos pois o pretinho básico ainda é sensação.

No entanto, se formos observar a parte frontal, de cara temos um ponto muito positivo que é o aproveitamento da tela, que agora quase não conta com mais bordas.

Atrás temos duas câmeras e um flash led, na posição vertical, o que para alguns é ótimo e para outros nem tanto, vai muito do gosto pessoal.

Também na parte traseira temos o leitor de impressões digitais em formato oblongo, o que parece ficar agradável ao design e sair do quadrado ou redondo de sempre.

O smartphone, portanto, é bem grande, anos atrás seria considerado um “phablet” com sua marca de 6,4 polegadas de tela. 

Tela

Como já dissemos, a parte frontal é tomada, quase que totalmente, pela tela que conta com a tecnologia Super AMOLED de telas.

O que é realmente um ponto muito bom, pois com os avanços do S.O android, vemos que a gestão de energia está cada vez mais sendo alvo de olhares.

E hoje em dia, com modos noturnos e melhor gestão, uma tela dessas pode ser um grande diferencial na hora da economia de bateria.

Som

A parte sonora do A30 deixa bastante a desejar, o alto falante é em formato mono, ou pelo menos aparenta muito ser.

E por essa razão, o som tende a ser estridente, e quase nada balanceado, assim como no A20. 

Ao elevar ao máximo, sente-se que os agudos são muito aumentados para que haja preenchimento sonoro, o que acaba distorcendo muitas vezes a canção.

Desempenho

Diferente do Samsung A20 que conta com um Exynos 7884, mesmo processador que o Samsung A10. 

O A30 vem com um Exynos 7904, mais novo e melhor, assim como um processador octa-core e 4Gb de memória Ram.

No entanto, a diferença no hardware, infelizmente, não reflete nada no desempenho real. 

Claro que, esta é uma característica peculiar ao usuário, se você não for um hard-user e não precisar de um celular para jogos e apps muito pesados, você pode se dar bem com ele.

Câmeras do A30

As câmeras não tiveram tanta diferença assim. O A30 conta com uma lente ultra-wide que permite capturas de imagem em modo mais amplo.

No entanto, as câmeras não são o que parece, a câmera secundária de 5 Mp que existe na parte traseira é para o ultra-wide e não para o desfoque, ficando a função totalmente a mercê do software.

A câmera principal conta com 16 Mp, consegue registrar fotos muito boas e com riqueza de detalhes quando a luz do sol, ou em ambientes bem iluminados.

Em relação a câmera frontal de 16 Mp, assim como a traseira, consegue obter bons resultados em boa iluminação, em ambientes mais escuros as fotos podem sair granuladas e demoram para serem salvas.

Um problema pode ser o foco que é bem lerdo e pode causar raiva em alguns momentos, mas nada que se acostume.

Ah, e sobre a gravação de vídeos, ambas câmeras gravam em 1080p, isto é full HD.

Bateria

A bateria do A30 rende bem, afinal de contas 4000 mAh é o essencial para passar o dia todo em uso moderado e ainda terminar o dia com 30% ou 20% de bateria.

Neste caso, é dispensável carregar o carregador consigo durante o dia, a não ser que se vá utilizar muito o telefone.

Seu carregador não possui turbo charger, o que é um atraso nos dias de hoje, no entanto ele não demora a carregar.

A previsão de total recarga, de 0% a 100% dura em média 2 horas a 2 horas e meia. 

Sistema

O A30 já vem atualizado com o Android 9 de fábrica, e com o software da One UI personalizando o telefone.

Para quem gosta de pesonalizados isto pode ser um ponto muito bom, pois a personalização da samsung é cheia de recursos e muito bonita.

Aos que preferem o android puro vão ter de se acostumar com o tempo.

 

Mas e aí, o que acha do A30 da Samsung?

Espero que tenha gostado.